Fábrica da BYD no Brasil vai injetar R$ 3 bilhões na economia e promete emprego direto e indireto para 10.000 pessoas

Fábrica da BYD no Brasil vai injetar R$ 3 bilhões na economia
Fonte da imagem: AutoData

A indústria automobilística brasileira está prestes a receber um mega investimento com a chegada da gigante chinesa BYD. A empresa anunciou um plano de investimento de R$ 3 bilhões para estabelecer sua primeira fábrica de carros elétricos e híbridos fora da Ásia, especificamente em Camaçari, na Bahia.

A planta fabril da BYD também será a primeira de carros totalmente elétricos a ser instalada no Brasil e promete reanimar a economia local, com a expectativa de criar cerca de 5.000 empregos diretos e outros 5.000 indiretos.

A BYD, conhecida por ser uma das principais concorrentes da Tesla no mercado global de veículos elétricos (EVs), visa construir um complexo de produção que englobe a fabricação de carros elétricos e híbridos, além da produção de chassi para ônibus e caminhões elétricos.

No mesmo complexo também será instalado uma unidade dedicada ao processamento de lítio e fosfato de ferro para o mercado internacional. Esta abordagem multifacetada sinaliza um esforço significativo para impulsionar a indústria de EVs no Brasil e no exterior.

Mega fábrica da BYD no Brasil terá capacidade inicial de produzir 150.000 carros elétricos e híbridos

A instalação da fábrica da BYD em Camaçari é uma consequência direta dos esforços conjuntos entre o Brasil e a China para fortalecer laços econômicos e atrair grandes investimentos. A planta, com uma capacidade inicial de produção de 150.000 unidades por ano e potencial para dobrar esse número, será um dos maiores centros de inovação e produção de EVs na região.

O impacto esperado vai além da criação de empregos, prometendo também atrair fornecedores locais especializados na produção de veículos elétricos e híbridos.

A chegada da BYD ao Brasil não é um evento isolado, mas parte de um compromisso mais amplo com o país. Já estabelecida em Campinas (SP) e Manaus (AM), a empresa tem um histórico de contribuição para o setor de energia renovável e mobilidade elétrica. A BYD também demonstrou interesse em priorizar fornecedores locais, além de fornecer treinamento necessário aos trabalhadores locais, consolidando ainda mais sua presença no mercado brasileiro.

Inauguração da fábrica está prevista para este anos de 2024

Com a previsão de inaugurar sua fábrica no Brasil em 2024, a BYD se posiciona para um momento significativo no setor automobilístico nacional. A empresa planeja introduzir quatro modelos inovadores de carros elétricos no mercado brasileiro – Dolphin Mini, Dolphin, Yuan Plus e o SUV híbrido Song Plus.

Inicialmente, a produção desses veículos será baseada em peças importadas da China. No entanto, a BYD tem aspirações de transformar significativamente sua cadeia de suprimentos até 2025, com o objetivo de alcançar uma taxa de 70% de insumos nacionais na fabricação dos carros, refletindo um compromisso tanto com a inovação tecnológica quanto com o desenvolvimento econômico local.

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital, e redator no blog O Emprego dos Sonhos.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *